quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Para as Moças –Elder Jeffrey R.Holland




Para as Moças
Élder Jeffrey R. Holland
Do Quórum dos Doze Apóstolos

Sejam mulheres de Cristo. Valorizem sua importante posição à vista de Deus. Ele precisa de vocês. A Igreja precisa de vocês. O mundo precisa de vocês.
O tempo me pregou uma triste peça há poucos meses. Levantei bem cedinho, todo feliz, sorridente e cheio de energia, quando de repente me dei conta de que haveria um aniversário naquele dia e eu passaria a ser o avô de uma adolescente. Pensei nisso por um instante e depois fiz o que qualquer adulto responsável e sério faria. Voltei para a cama e me cobri até a cabeça.
Deixando de lado as piadas costumeiras sobre como é difícil criar adolescentes, quero dizer para a minha neta e para a grande maioria das jovens da Igreja que conhecemos em todo o mundo o quão extraordinariamente orgulhosos estamos de vocês. Existem perigos morais e físicos em quase toda parte a seu redor, e vocês estão sujeitas a inúmeras tentações todos os dias, mas a maioria de vocês se esforça para fazer o que é certo.
Nesta tarde, quero erguer a voz para elogiá-las, expressar-lhes meu amor, incentivo e admiração. Uma vez que a querida neta mais velha que mencionei já é uma moça, quero falar hoje para as moças da Igreja, mas espero que a essência do que direi se aplique a homens e mulheres de todas as idades. No entanto, hoje, como Maurice Chevalier costumava cantar, quero "agradecer aos céus pelas meninas".
Antes de qualquer coisa, quero que fiquem orgulhosas por serem mulheres. Quero que sintam a realidade do que isso significa, quero que saibam quem vocês realmente são. Vocês são literalmente filhas espirituais de pais celestiais com natureza e destino eternos.1 Essa verdade suprema deve fixar-se profundamente em sua alma de modo que se torne algo fundamental para cada decisão que tomarem, à medida que se tornam mulheres maduras. Não poderia haver prova maior de sua dignidade, valor, privilégios e promessas. O Pai Celestial conhece o nome e a situação de cada uma de vocês. Ele ouve suas orações. Conhece suas esperanças e sonhos, inclusive seus temores e frustrações. Ele sabe o que vocês podem vir a ser por meio da fé Nele. Devido a essa herança divina, vocês, juntamente com todos os seus irmãos e irmãs espirituais, têm plena igualdade à vista Dele, recebendo por sua obediência a capacidade de tornarem-se herdeiras legítimas de Seu reino eterno, herdeiras de Deus e co-herdeiras com Cristo.2 Procurem compreender o significado dessas doutrinas. Tudo o que Cristo ensinou, Ele o fez tanto para os homens quanto para as mulheres. De fato, à luz do evangelho restaurado de Jesus Cristo, toda mulher, inclusive as moças, possui majestade própria no desígnio divino do Criador. Vocês são, como o Élder James E. Talmage disse certa vez, "portadoras de uma responsabilidade sagrada que ninguém ousa profanar".3

Sejam mulheres de Cristo. Valorizem sua importante posição à vista de Deus. Ele precisa de vocês. A Igreja precisa de vocês. O mundo precisa de vocês. A inabalável confiança de uma mulher em Deus e sua inquebrantável devoção às coisas do Espírito sempre foram uma âncora em meio aos mais devastadores ventos e às torrentes da vida.4 Digo a vocês o que o Profeta Joseph disse há mais de 150 anos: "Se vocês viverem de modo a estarem à altura de seus privilégios, não será possível impedir que os anjos lhes façam companhia".5

Tudo isso que eu disse foi para tentar expressar o que o Pai Celestial sente por vocês e tudo o que Ele pretende que vocês se tornem. Se por algum tempo alguma de vocês não conseguir compreender isso, ou sentir-se inclinada a levar uma vida que não condiz com seus privilégios, expressamos maior amor por você e imploramos que torne sua adolescência um triunfo e não uma tragédia. Seu pai e sua mãe, os profetas e apóstolos têm como único propósito abençoar a sua vida e protegê-la ao máximo das tristezas e decepções.
Para poderem reivindicar plenamente as bênçãos e a proteção do Pai Celestial, pedimos que vocês permaneçam fiéis aos padrões do Evangelho de Jesus Cristo e não sigam cegamente o que a moda e as tendências lhes impõem. A Igreja nunca negará a vocês o arbítrio moral para decidir o que vestir e para ter a aparência que bem entenderem; mas ela sempre declarará os padrões e ensinará princípios. Como ensinou a irmã Susan Tanner esta manhã, um desses princípios é o recato. No evangelho de Jesus Cristo, o recato está sempre na moda. Nossos padrões não podem ser mudados pela sociedade.
O livreto Para o Vigor da Juventude é bem claro ao aconselhar as moças a não usarem roupas muito apertadas, muito curtas ou que revelem indevidamente qualquer parte do corpo, inclusive a barriga.6 Pais, por favor, estudem esse livreto com seus filhos. Além de seu amor, o que eles precisam é de limites. Jovens, escolham suas roupas da mesma maneira que escolheriam suas amigas — em ambos os casos escolham aquelas que as tornem melhores e que lhes dêem confiança para estar na presença de Deus.7 As boas amizades nunca nos constrangem, diminuem ou exploram. O mesmo se aplica às roupas.
Faço um apelo especial em relação à maneira como as moças se vestem nas reuniões da Igreja e nos serviços de adoração do Dia do Senhor. Costumávamos falar em nossas "melhores roupas" ou "roupas de domingo" e talvez devêssemos voltar a fazê-lo. De qualquer forma, desde os tempos antigos até a época moderna, sempre fomos convidados a apresentar o melhor de nós por dentro e por fora ao entrarmos na casa do Senhor — e uma capela SUD dedicada é uma "casa do Senhor". Nossas roupas e calçados não precisam ser caros, na verdade não devem ser caros, mas tampouco devem dar a impressão de que estamos indo para a praia. Quando vamos adorar nosso Deus e Pai e tomar o sacramento que simboliza a Expiação de Cristo, devemos vestir-nos do modo mais apresentável, respeitoso e digno que pudermos. Devemos ser reconhecidos pela aparência e pelo comportamento como verdadeiros discípulos de Cristo, devemos mostrar que em espírito de adoração somos mansos e humildes de coração e que realmente desejamos que o espírito do Salvador esteja sempre conosco.
Aproveito o ensejo para mencionar um assunto mais delicado. Rogo a vocês, moças, que se aceitem mais como são, inclusive o jeito e o formato de seu corpo, que anseiem menos por parecerem outra pessoa. Somos todos diferentes. Alguns são altos, outros são baixos. Alguns são gordos, outros, magros. E quase todos nós em alguma época da vida desejamos ser algo que não somos! Mas como uma consultora de adolescentes disse: "Você não pode passar a vida preocupada porque as pessoas ficam olhando para você. Se permitir que a opinião das pessoas a faça ficar constrangida, estará renunciando ao seu próprio poder. (…) O segredo para sentir-se [confiante] é sempre ouvir o seu eu interior — [seu verdadeiro eu]."8 E no reino de Deus, o eu verdadeiro é mais precioso do que os rubis9 — toda jovem é realmente uma filha com nobre destino, e toda mulher adulta, uma grande força para o bem. Mencionei as mulheres adultas porque vocês, irmãs, são o maior exemplo e recurso para essas jovens. Se vocês estiverem obcecadas pelo manequim 38, não fiquem surpresas se suas filhas ou as Meninas-Moças de sua classe fizerem o mesmo, chegando a ficar doentes na tentativa de consegui-lo. Devemos todos procurar manter-nos na melhor forma física possível. É isso que ensina a doutrina da Palavra de Sabedoria. Significa comer bem, exercitar-se e ajudar o corpo a funcionar da maneira mais adequada. Provavelmente todos nós podemos melhorar nesse aspecto. Mas estou falando de melhores condições de saúde; porque não existe um peso ou tamanho ideal comum para todas as pessoas.
Francamente, o mundo tem sido muito cruel com vocês nesse sentido. Vocês estão sendo bombardeadas pelo cinema, televisão, revistas de moda e propagandas com mensagens de que a aparência é tudo na vida! A idéia transmitida é que "Se sua aparência for boa o suficiente, sua vida será glamourosa, e você será feliz e popular". Esse tipo de pressão é imenso na adolescência, para não falar da vida adulta. Em muitos casos, há um exagero no que é feito com o corpo humano para se atingir esse padrão fictício (para não dizer superficial). Como disse recentemente uma jovem atriz de Hollywood: "[Tornamo-nos] obcecadas com a beleza e [a] fonte da juventude (…) [fico] triste com o modo pelo qual as mulheres se mutilam em busca disso. Vejo mulheres [inclusive adolescentes] (…) fazendo todo tipo de cirurgia plástica. [É] como uma ladeira escorregadia. [Não dá para sair dela.] É insano o que a sociedade está fazendo às mulheres".10

Em termos de preocupação consigo mesma e obsessão pela aparência física, isso é mais do que uma insanidade social; é algo espiritualmente destrutivo e responsável por grande parte da infelicidade que as mulheres, inclusive as jovens, enfrentam no mundo moderno. E se as adultas estão preocupadas com a aparência — cortando, esticando e fazendo implantes e remodelando tudo o que pode ser remodelado — essas pressões e ansiedades sem dúvida afetarão as crianças. Em certo ponto, o problema se torna o que o Livro de Mórmon chamou de "fantasias vãs".11 Na sociedade do mundo, tanto a vaidade quanto a fantasia estão descontroladas. Seria preciso um vasto conjunto de produtos de maquiagem para a pessoa competir com o que é retratado nos meios de comunicação a nossa volta. No entanto, no final do dia, ainda haveria quem "com atitude de escárnio, [apontasse] o dedo", como Leí viu,12 porque por mais que se tente, para o mundo do glamour e da moda, nada disso será suficientemente glamouroso.
Uma mulher, que não é membro de nossa Igreja, escreveu que durante os anos em que trabalhou com mulheres bonitas, percebeu várias coisas que todas elas tinham em comum: é que nenhuma delas tinha qualquer coisa a ver com tamanhos e formas. Ela disse que as mulheres mais bonitas que conheceu tinham um brilho de saúde, uma personalidade calorosa, um amor pelo conhecimento, estabilidade de caráter e integridade. Se acrescentarmos o doce e gentil espírito do Senhor que uma mulher deve ter, então estaremos descrevendo a beleza das mulheres de todas as épocas, e todos esses elementos são ressaltados no evangelho de Jesus Cristo e podem ser alcançados por suas bênçãos.
Gostaria de concluir. Nos meios de comunicação, tem-se falado muito da enxurrada de "reality shows" [que alegam mostrar a vida como ela é na realidade]. Não sei bem o que são eles, mas do fundo do coração quero compartilhar esta realidade do evangelho com a bela geração de moças que estão crescendo na Igreja.
Minha solene declaração a vocês é que o Pai e o Filho apareceram de fato ao Profeta Joseph Smith, que era um rapazinho chamado por Deus e estava na faixa etária de vocês. Testifico que esses seres divinos falaram com ele, que ele ouviu Sua voz eterna e viu Seu corpo glorificado.13 Essa experiência foi tão real em seu próprio contexto, como a do Apóstolo Tomé quando o Salvador lhe disse: "Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente".14

Para minha neta e para todos os outros jovens desta Igreja presto meu testemunho pessoal de que Deus é realmente nosso Pai, e que Jesus Cristo é realmente Seu Filho Unigênito na carne, o Salvador e Redentor do mundo. Testifico que esta é realmente a Igreja e o reino de Deus na Terra, que profetas verdadeiros conduziram este povo no passado e que um profeta verdadeiro, o Presidente Gordon B. Hinckley, lidera este povo hoje. Que saibam do infinito amor que os líderes da Igreja têm por vocês e permitam que as realidades eternas do evangelho de Jesus Cristo as elevem para além das preocupações físicas e ansiedades da adolescência, é minha oração, em nome de Jesus Cristo. Amém.
Notas
1. Ver "A Família, Proclamação ao Mundo", A Liahona, outubro de 2004, p. 49.
2. Romanos 8:17.
3. James E. Talmage, "The Eternity of Sex", Young Woman's Journal, outubro de 1914, p. 602.
4. Ver J. Reuben Clark, em Conference Report, abril de 1940, p. 21 para um extenso tributo às mulheres da Igreja.
5. History of the Church, vol. 4, p. 605.
6. Para o Vigor da Juventude, (Livreto, 2002), p. 15.
7. Ver D&C 121:45.
8. Julia DeVillers, Teen People, setembro de 2005, p. 104.
9. Provérbios 3:15.
10. Halle Berry, citado em "Halle Slams 'Insane' Plastic Surgery", This Is London, 2 de agosto de 2004, www.thisislondon.com/ showbiz/articles/12312096?source=PA.
11. 1 Néfi 12:18.
12. Ver 1 Néfi 8:27. Ver Douglas Bassett, "Faces of Worldly Pride in the Book of Mormon", Ensign, outubro de 2000, p. 51 para uma excelente abordagem dessa questão.
13. Ver Joseph Smith—História 1:24–25.
14. João 20:27.

1 comentários:

filmesdublados on 29 de junho de 2012 12:55 disse...

Boa tarde,

Queria essa imagem da menina em png, vc pode me enviar sem o fundo da sua logomarca?

Postar um comentário

 

Total de visualizações de página

Belas & Virtuosas Copyright © 2009 Flower Garden is Designed by Ipietoon for Tadpole's Notez Flower Image by Dapino